29 de dezembro de 2008

Último estrondo


Saiba que cada brilho esporádico dos meus olhos serão pra agradecer cada gota de veneno chorado copiosamente em meus ombros..

As mentiras caídas de cada sonho meu serão pra provar que ainda existe um resto de sanidade na minha alma

Qualquer polegada de felicidade que eu puder sequestrar serão pra mostrar que nenhum daqueles dias foram completamente mortos

Saiba que serei capaz de construir uma história menos repugnante que a sua, e que se formos juntos para o caixão, eu vou comemorar antes que todo e qualquer vestígio destas míseras tentativas de esquecimento se esgotem..

Saiba que não saberei do que seria apropriado vestir para sua célebre festa fúnebre.

4 commentaires:

3ernard disse...

Valeu pela visita.
Você também escreve muito bem.
vou a passar a visitar.

Isanidade Mental...

Pedro disse...

os teus textos estam ficando cada vez melhores.
obrigado pela visita. Pedro

3ernard disse...

Bom o que temos!
Uns pensamentos que tende encontrar algo parecido com a realidade.
Paraste de escrever ou a sensates tomou conta da imaginção.
Não leva tão a sério em matar as palavras.

Até...

noelle disse...

Saiba que não saberei do que seria apropriado vestir para sua célebre festa fúnebre.

aff menina!
MUITO BOM.

Postar um comentário

Nothin'